assuntos difíceis

diary

 

Cuidados Paliativos 

Cuidados paliativos devem fazer parte do tratamento de todas as doenças oncológicas por ser a área que ajuda a controlar a dor e aumentar o conforto dos doentes em qualquer fase do tratamento. 

Mais contactos para equipas de cuidados paliatvos  

Fazer planos

Pensar acerca da continuação da vida depois de morrer pode ser doloroso para si e para aqueles que estão próximos mas, para algumas pessoas, deixar os assuntos em ordem é algo positivo.

Esta pode ser uma forma de certificar-se de que os seus desejos são respeitados após a sua morte. Poderá desejar fazer um testamento ou alterar um já existente ou poderá querer deixar uma lista de documentos importantes com a informação sobre onde se encontram e o que fazer com eles.


Algumas pessoas decidem planear o seu próprio funeral. Isto pode parecer algo difícil de se fazer mas pode ser parte do processo de lidar com o facto de que irá morrer. Se tiver filhos, poderá querer pensar naquilo que gostaria que eles tivessem após a sua morte. Algumas pessoas escrevem cartas aos seus filhos, principalmente se são pequenos, ou organizam caixas de recordações com mensagens ou objectos com um significado especial.

Tudo isto poderá ser muito precioso para uma criança cujo pai/mãe morreu, por isso deve pensar cuidadosamente naquilo que lhe irá deixar ou no que irá escrever. O seu filho saberá que o amou mas se o escrever numa carta explicando que não desejava deixá-lo, poderá ajudá-lo no futuro. Por outro lado, é importante que não peça demasiado a uma criança. Por exemplo, se lhe disser que seja bem sucedido nos exames ou que seja forte, isso poderá ser um fardo demasiado pesado para ele suportar.
 

“Aos 38 anos, quando soube que tinha cancro da mama já no primeiro diagnóstico com metástases, o meu mundo desmoronou-se. Foi azar mas não foi culpa minha – nem tinha idade para fazer mamografia do rastreio. No início, tentei explicar aos amigos que eu não tinha o cancro da mama que “desaparece” depois dos tratamentos. Não vou ser uma “sobrevivente” com camisola cor da rosa. Mas estou focada agora em viver bem o mais tempo possível. Faço ioga, estou com a minha família. É a qualidade que conta.”  

Mais informações:

Testamento Vital

Amara Associação pela Dignidade na Vida e na Morte: www.amara.pt

Video "Enjoy Every Sandwich" do Lee Lipsenthal

Um guia sobre o fim da vida e o que queremos (Estados Unidos)  - Cinco Desejos 

https://www.agingwithdignity.org/five-wishes.php

 

 

 
Voltar
 
 
Aviso: A informação contida neste site é necessariamente de carácter geral e não constitui nem dispensa uma consulta médica apropriada.